quarta-feira, março 22, 2006

1994

A copa de 94 causou uma grande revolução em casa. Explico: até poucas semanas antes do ponta-pé inicial, tínhamos uma anteninha muito ruim, que male male sintonizava a globo (que sintoniza até com o dedo pra cima). Como queríamos assitir a copa de forma decente, instalamos uma antena parabólica. A'partir desse dia, começamos a sintonizar a globo perfeitamente. E tivemos acesso a um mundo de entretenimento, diversão, notícias....record, gazeta, band, sbt....só canal "bom". O fato é que esta copa é a primeira que eu posso dizer que segui assiduamente. Lembro de quase todos os jogos, de escalações, de lances...

Eu sei que muita gente critica aquela seleção, por não ser tão vistosa como as seleções de 82 e 86. Mas o fato é que a equipe do Parreira foi eficiente e ganhou. E isso, para as pessoas da minha geração, foi um fato incrível, sobretudo após o jejum de 24 anos. E sem contar que a dupla Romário-Bebeto era genial. E vários lances são memoráveis, como a famosa "patada atômica" do Branco nas quartas de final contra a
Holanda, o gol de cabeça do baixinho Romário contra os gigantes da Suécia que
classificou o Brasil para a final, do gol do Bebeto contra os EUA, que parecia que ia sair e que foi entrando lentamente para o
gol. E outros lances de outros times, como o gol do Stoichkov, quase do meio do campo

E teve aquela final. Obviamente, final por penaltis é loteria. Mas revendo lances do jogo algum tempo depois, é nítido que foi um jogo muito aberto, com chances para os dois lados, e com gols perdidos incríveis. E o famoso chute "pra lua" Baggio, no último penalti, foi ótimo pra dar o toque dramático. Os anti-parreira que me desculpem, mas eu acho a seleção de 94 bem legal.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?