segunda-feira, abril 10, 2006

Após a quarentena

Esse final de semana eu basicamente fiquei em casa, de cama. Na quinta peguei uma gripe chatíssima, que me deixou com uma tosse péssima. E no sábado a noite, quando achei que estava melhorando, me apareceu uma febre do nada, que sumiu 4 horas depois e que só serviu pra me impedir de dormir.

O lado bom dessa gripe é que me deu um ótimo argumento para descansar o final de semana inteiro. E quando digo descansar é basicamente ficar o dia todo deitado, lendou ou vendo TV. E até que consegui ver coisas interessantes. No sábado a noite, por conta da febre, assisti Altas Horas, do Serginho Groisman. Fazia tempo que não achava tão interessante. Os convidados eram o Francis Hime, o Pedro Cardoso, o MV Bill (que fez o famoso documentário Falcão, meninos do tráfico), uma modelo que está participando de um novela global e a Pitty.

Lá pelas tantas o Pedro Cardoso falou algo que eu achei muito interessante, e que na verdade eu já tinha na cabeça, mas que ele soube traduzir bem. Comentando sobre a questão de desigualdade, estado brasileiro, governo, ele comentou sobre a questão de distribuição de renda: é algo que se fala muito, que tem que ser feito, que no Brasil é uma vergonha, e outras coisas. Mas que ao mesmo tempo, as classes média e alta esquecem que a forma mais básica de distribuição de renda é pagar bem seus empregados pessoais (empregados domésticos, caseiros etc...). Minha opinião é que a tendência é pagar muito mal, e muitas vezes tentar minimizar isso no jeitinho brasileiro, dizendo que a babá, ou a empregada doméstica (que ganha mal a décadas) é quase da família. A frase que resumiu tudo isso muito bem (tentando citar exatamente o que ele disse) foi: "a classe média brasileira ainda não entendeu que distribuição de renda siginifica ganhar um pouco menos pra que os outros ganhem um pouco mais".

No domingo, fiz sessão dupla de cinema: Linhas Cruzadas (Hanging Up), com a Meg Ryan, Liza Kudrow e Diane Keaton , e o filme argentino Novas chuvas, novos amores. Aliás, aconselho outros dois filmes argentinos muito bons além desse, com o mesmo ator principal: Nove Rainhas e O filho da Noiva.

Comments: Enviar um comentário

Links to this post:

Criar uma hiperligação



<< Home

This page is powered by Blogger. Isn't yours?